Futucando Notícias

Veneza aprova nova "taxa de entrada" para controlar turismo de massa

Previsão é que a taxa comece a ser cobrada a partir do próximo mês de maio nesta cidade do norte da Itália e durante este ano.
Veneza aprova nova
Foto: Manuel Silvestri/Reuters
36

Veneza aprova nova "taxa de entrada" para controlar turismo de massa

Por Agência EFE / Via g1.globo.com

A câmara municipal da cidade italiana de Veneza aprovou nesta terça-feira (26) a introdução de um novo imposto que deverá ser pago por quem visitar seu centro histórico, uma "taxa de entrada" com a qual se pretende controlar o turismo de massa.

Votaram a favor 22 dos 33 representantes locais presentes, graças à maioria da direita, e também se adotou uma diretiva para tornar imediata a aplicação desta norma, segundo um comunicado do consistório veneziano.

Em Veneza, como em outras cidades turísticas da Itália, o visitante precisava abonar uma taxa por cada noite que pernoitava ali, mas agora pagará este imposto alternativo aquele que só visitar Veneza para passar o dia.

O objetivo é tirar proveito econômico do grande fluxo turístico da cidade, às vezes insuportável e que contribui para seu urgente despovoamento e seus altos preços, e empregar os fundos coletados para a manutenção do seu rico patrimônio.

A previsão é que a taxa comece a ser cobrada a partir do próximo mês de maio nesta cidade do norte da Itália e durante este ano custará 3 euros, enquanto a partir de 2020 aumentará para 6 euros.

O preço poderá chegar a 10 euros quando se registrar "um excepcional e crítico fluxo turístico".

O imposto, aprovado no Orçamento Geral do governo italiano para 2019, estará incluído na passagem dos meios de transporte com os quais se chega à cidade dos canais.

Estão isentos do seu pagamento as crianças menores de seis anos, os incapacitados, os esportistas federados, os torcedores de esportes que cheguem com veículos públicos e as autoridades institucionais, entre outros.

Por outro lado, foram descartadas as isenções aos convidados de cerimônias religiosas ou civis como casamentos, batismos e funerais.

OUVIR NOTÍCIA

A câmara municipal da cidade italiana de Veneza aprovou nesta terça-feira (26) a introdução de um novo imposto que deverá ser pago por quem visitar seu centro histórico, uma "taxa de entrada" com a qual se pretende controlar o turismo de massa.

Votaram a favor 22 dos 33 representantes locais presentes, graças à maioria da direita, e também se adotou uma diretiva para tornar imediata a aplicação desta norma, segundo um comunicado do consistório veneziano.

Em Veneza, como em outras cidades turísticas da Itália, o visitante precisava abonar uma taxa por cada noite que pernoitava ali, mas agora pagará este imposto alternativo aquele que só visitar Veneza para passar o dia.

O objetivo é tirar proveito econômico do grande fluxo turístico da cidade, às vezes insuportável e que contribui para seu urgente despovoamento e seus altos preços, e empregar os fundos coletados para a manutenção do seu rico patrimônio.

A previsão é que a taxa comece a ser cobrada a partir do próximo mês de maio nesta cidade do norte da Itália e durante este ano custará 3 euros, enquanto a partir de 2020 aumentará para 6 euros.

O preço poderá chegar a 10 euros quando se registrar "um excepcional e crítico fluxo turístico".

O imposto, aprovado no Orçamento Geral do governo italiano para 2019, estará incluído na passagem dos meios de transporte com os quais se chega à cidade dos canais.

Estão isentos do seu pagamento as crianças menores de seis anos, os incapacitados, os esportistas federados, os torcedores de esportes que cheguem com veículos públicos e as autoridades institucionais, entre outros.

Por outro lado, foram descartadas as isenções aos convidados de cerimônias religiosas ou civis como casamentos, batismos e funerais.

Fonte

Por Agência EFE / Via g1.globo.com

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Eunápolis: PRF mantém fiscalização rigorosa e patrulhamento preventivo na região do...
Eunápolis: PRF mantém fiscalização rigorosa e patrulhamento preventivo na região do extremo sul da Bahia
VISUALIZAR
Policial
Itamaraju: Criança sofre traumatismo craniano; polícia apura suposta agressão
Itamaraju: Criança sofre traumatismo craniano; polícia apura suposta agressão
VISUALIZAR
Política
Escritório que defende Lula na Lava Jato demitiu todos os advogados criminalistas
Escritório que defende Lula na Lava Jato demitiu todos os advogados criminalistas
VISUALIZAR
Policial
Polícia procura bandidos que roubavam fazendas, casas e transeuntes na região;Eles...
Polícia procura bandidos que roubavam fazendas, casas e transeuntes na região;Eles estupravam e aterrorizavam as vítimas
VISUALIZAR
Justiça
Bahia: agressores de mulheres usarão tornozeleira eletrônica e serão monitorados em todo o...
Bahia: agressores de mulheres usarão tornozeleira eletrônica e serão monitorados em todo o estado
VISUALIZAR
Saúde
Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro com uso de cartão digital
Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro com uso de cartão digital
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )