Futucando Notícias

MENU
Logo
Terça, 29 de setembro de 2020
Publicidade
Publicidade

Saúde

Universidade do Brasil consegue ótimos resultados ao tratar paciente e eliminar HIV

medicamento desenvolvido por pesquisadores da Unifesp teve efeito de remissão do vírus HIV, causador da Aids

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um medicamento desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) teve efeito de remissão do vírus HIV, causador da Aids. O paciente submetido ao estudo tem de 34 anos, foi diagnosticado em 2012 com o vírus HIV, mas não apresenta carga viral há mais de dois anos, conforme os resultados apresentados nesta terça-feira (7). 

De acordo com reportagem no portal Bem Estar, o paciente foi submetido a um novo tipo de coquetel contra a doença. Ele foi tratado com uma base de terapia antirretroviral reforçada com outras substâncias, com a adição de um medicamento chamado nicotinamida, uma forma de vitamina B3.

O paciente foi submetido ao novo tratamento por 48 semanas (13 meses), e depois a medicação foi interrompida. A reportagem traz que depois de mais 57 semanas (11 meses) sem o coquetel, o DNA de HIV nas células do paciente e o exame de anticorpos continuavam negativos. 

Os resultados da pesquisa brasileira foram divulgados durante uma conferência sobre a Aids em San Francisco, nos Estados Unidos.

"Este caso é extremamente interessante, e realmente espero que possa impulsionar pesquisas adicionais para uma cura do HIV", disse Andrea Savarino, médico do Instituto de Saúde da Itália que coliderou o teste, em uma entrevista à NAM Aidsmap.

Savarino alertou, porém, que quatro outros pacientes soropositivos foram tratados com o mesmo coquetel, mas não viram os mesmos efeitos positivos.

Fonte/Créditos: portal Bem Estar

Créditos (Imagem de capa): Reprodução

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )