Futucando Notícias

Sofre com intestino preso? Experimente uma dica simples que pode muito te ajudar ou curar de vez

especialista dá a dica para por fim ao sofrimento
Sofre com intestino preso? Experimente uma dica simples que pode muito te ajudar ou curar de vez
santima.studio/Shutterstock

Sofre com intestino preso? Experimente uma dica simples que pode muito te ajudar ou curar de vez

Por: Nutricionista Ana Paula Pujol/Dicas Internet

Enquanto algumas pessoas experimentam aquela sensação desagradável da constipação apenas raramente, outras sofrem com este problema de forma crônica. Os sintomas se manifestam com o intestino preso, fezes irregulares e duras.

São muitas as causas que levam a este distúrbio, que normalmente está associado a dieta pobre em nutrientes, sedentarismo e baixo consumo de água, assim como o movimento lento dos alimentos no sistema digestivo. Felizmente, existem algumas frutas, como o kiwi, que aliviam a constipação, diminuindo este tempo de trânsito intestinal e aumentando a frequência das fezes.

Kiwi ajuda intestino preso

O kiwi é um santo remédio para auxiliar no tratamento da constipação: segundo a nutricionista Ana Paula Pujol, a fruta consegue promover fezes mais volumosas e macias, além da melhora da motilidade intestinal e aumento da frequência de defecação.

Isso acontece porque as substâncias presentes na fruta têm efeito prebiótico. Entre elas, estão a zyactinase, um complexo de pelo menos cinco enzimas, incluindo actinidina, que possui características laxantes e que ajudam na digestão.

Em seu perfil no Instagram, a especialista cita dois estudos que comprovam a eficácia do kiwi para aumentar o número de evacuações. Uma das pesquisas atestou que o extrato da fruta conseguiu suavizar as fezes, melhorando os sintomas de distensão e dores abdominais.

 

Outro estudo revelou que o kiwi também amplia a proliferação de bactérias do bem, como a Faecalibacterium prausnitzii. Quando em número reduzido, a falta delas pode causar alterações intestinais, como a Síndrome do Intestino Irritável.

Qual quantidade consumir?

A nutricionista recomenda consumir 2 kiwis por dia ou uma unidade da fruta para cada 30kg de peso corporal. Mas alerta que alguns indivíduos podem ter alergia à actinidina do kiwi. “Nessas pessoas, o consumo do kiwi pode causar coceira, inflamação na boca e garganta, entre outras reações”, explica.

OUVIR NOTÍCIA

Enquanto algumas pessoas experimentam aquela sensação desagradável da constipação apenas raramente, outras sofrem com este problema de forma crônica. Os sintomas se manifestam com o intestino preso, fezes irregulares e duras.

São muitas as causas que levam a este distúrbio, que normalmente está associado a dieta pobre em nutrientes, sedentarismo e baixo consumo de água, assim como o movimento lento dos alimentos no sistema digestivo. Felizmente, existem algumas frutas, como o kiwi, que aliviam a constipação, diminuindo este tempo de trânsito intestinal e aumentando a frequência das fezes.

Kiwi ajuda intestino preso

O kiwi é um santo remédio para auxiliar no tratamento da constipação: segundo a nutricionista Ana Paula Pujol, a fruta consegue promover fezes mais volumosas e macias, além da melhora da motilidade intestinal e aumento da frequência de defecação.

Isso acontece porque as substâncias presentes na fruta têm efeito prebiótico. Entre elas, estão a zyactinase, um complexo de pelo menos cinco enzimas, incluindo actinidina, que possui características laxantes e que ajudam na digestão.

Em seu perfil no Instagram, a especialista cita dois estudos que comprovam a eficácia do kiwi para aumentar o número de evacuações. Uma das pesquisas atestou que o extrato da fruta conseguiu suavizar as fezes, melhorando os sintomas de distensão e dores abdominais.

 

Outro estudo revelou que o kiwi também amplia a proliferação de bactérias do bem, como a Faecalibacterium prausnitzii. Quando em número reduzido, a falta delas pode causar alterações intestinais, como a Síndrome do Intestino Irritável.

Qual quantidade consumir?

A nutricionista recomenda consumir 2 kiwis por dia ou uma unidade da fruta para cada 30kg de peso corporal. Mas alerta que alguns indivíduos podem ter alergia à actinidina do kiwi. “Nessas pessoas, o consumo do kiwi pode causar coceira, inflamação na boca e garganta, entre outras reações”, explica.

Fonte

Por: Nutricionista Ana Paula Pujol/Dicas Internet

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Policial
Operação encontra postos de combustíveis enganando consumidores em Ilhéus e região
Operação encontra postos de combustíveis enganando consumidores em Ilhéus e região
VISUALIZAR
Justiça
CCJ da Câmara aprova PEC que assegura o direito à legítima defesa
CCJ da Câmara aprova PEC que assegura o direito à legítima defesa
VISUALIZAR
Policial
Semana Nacional de Trânsito de 2019 se inicia com o tema “No Trânsito, o Sentido é a...
Semana Nacional de Trânsito de 2019 se inicia com o tema “No Trânsito, o Sentido é a Vida”
VISUALIZAR
Saúde
Grávida passa mal na porta da igreja e morre minutos antes do casamento
Grávida passa mal na porta da igreja e morre minutos antes do casamento
VISUALIZAR
Policial
Suspeito de estuprar mulher e furar a orelha dela com chave de fenda após carona é preso -...
Suspeito de estuprar mulher e furar a orelha dela com chave de fenda após carona é preso - Varela Notícias - Conectado
VISUALIZAR
Justiça
Bolsonaro sanciona lei que obriga autor de violência doméstica a ressarcir governo
Bolsonaro sanciona lei que obriga autor de violência doméstica a ressarcir governo
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )