Futucando Notícias

Servidor público é preso enquanto registrava queixa na delegacia de Itabela

Polícia descobriu que ele era foragido da justiça
Servidor público é preso enquanto registrava queixa na delegacia de Itabela
Radar 64

Servidor público é preso enquanto registrava queixa na delegacia de Itabela

Radar 64

Um funcionário da Prefeitura de Itabela foi preso na manhã de quinta-feira (23), enquanto registrava um boletim de ocorrência na delegacia local. Wellington Flávio Nunes, 53 anos, foi até a polícia para denunciar que vinha sofrendo ameaça e agressão.

Mas, enquanto consultava o nome do servidor público no banco de dados, um policial descobriu que havia um mandado de prisão preventiva contra ele.

Wellington responde a um processo por estelionato em Cruz das Almas, Recôncavo sul da Bahia. A ordem de prisão foi expedida pela justiça daquele município em março de 2018.

A reportagem ainda não conseguiu apurar o tipo de golpe que ele teria aplicado. Contudo, em março de 2014, Wellington já havia sido preso, também por suspeita de estelionato. Na ocasião, a polícia informou que ele oferecia falsas vagas de emprego. Os candidatos precisavam pagar para entrar em um cadastrado.

Wellington – que havia sido nomeado para o cargo comissionado de coordenador de bairros da Prefeitura de Itabela, permanece custodiado na delegacia local. Ainda não há informação se ele será recambiado para Cruz das Almas.

OUVIR NOTÍCIA

Um funcionário da Prefeitura de Itabela foi preso na manhã de quinta-feira (23), enquanto registrava um boletim de ocorrência na delegacia local. Wellington Flávio Nunes, 53 anos, foi até a polícia para denunciar que vinha sofrendo ameaça e agressão.

Mas, enquanto consultava o nome do servidor público no banco de dados, um policial descobriu que havia um mandado de prisão preventiva contra ele.

Wellington responde a um processo por estelionato em Cruz das Almas, Recôncavo sul da Bahia. A ordem de prisão foi expedida pela justiça daquele município em março de 2018.

A reportagem ainda não conseguiu apurar o tipo de golpe que ele teria aplicado. Contudo, em março de 2014, Wellington já havia sido preso, também por suspeita de estelionato. Na ocasião, a polícia informou que ele oferecia falsas vagas de emprego. Os candidatos precisavam pagar para entrar em um cadastrado.

Wellington – que havia sido nomeado para o cargo comissionado de coordenador de bairros da Prefeitura de Itabela, permanece custodiado na delegacia local. Ainda não há informação se ele será recambiado para Cruz das Almas.

Fonte

Radar 64

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Justiça
Moro anuncia inauguração de canal para receber denúncias contra a corrupção
Moro anuncia inauguração de canal para receber denúncias contra a corrupção
VISUALIZAR
Policial
CIPPA realiza prisão por tráfico de drogas em Porto Seguro
CIPPA realiza prisão por tráfico de drogas em Porto Seguro
VISUALIZAR
Política
Eunápolis: Milho e mandioca na merenda, escolas sucateadas e ônibus escolares em péssimas...
Eunápolis: Milho e mandioca na merenda, escolas sucateadas e ônibus escolares em péssimas condições
VISUALIZAR
Economia
Venha para a Móveis Soares e aproveite a mega promoção de verão
Venha para a Móveis Soares e aproveite a mega promoção de verão
VISUALIZAR
Política
Itagimirim: Maelson Gomes surge forte e com boa aceitação popular como pré candidato a...
Itagimirim:  Maelson Gomes surge forte e com boa aceitação popular como pré candidato a vereador
VISUALIZAR
Política
O povo chama e Cordélia Torres atende; Pré candidata a prefeita segue caminhando e...
O povo chama e Cordélia Torres atende; Pré candidata a prefeita segue caminhando e conversando com a população
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )