Futucando Notícias

MENU
Logo
Domingo, 12 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Covid-19

Primeiro estudo nacional de coronavírus estima número de casos sete vezes maior no Brasil

Estudo semelhante já foi feito na capital paulista e identificou índice de imunização de 5,2%

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Pesquisa nacional da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) para rastrear a imunidade dos brasileiros ao coronavírus indica que a proporção de pessoas com anticorpos é de 1,4% em 90 cidades analisadas.

A taxa pode variar de 1,3% a 1,6% pela margem de erro. Foram testados 25.025 moradores de 90 municípios, incluindo 21 capitais. A população desses municípios corresponde a 25,6% do total de brasileiros, entre as quais 760 mil (margem de erro de 705 mil a 867 mil) estariam infectadas. O número é sete vezes maior do que o das estatísticas oficiais nessas localidades.

Há ainda grandes diferenças entre os municípios. Em Breves (PA), a taxa obtida foi de 24,8% enquanto no Rio, o indicador ficou em 2,2%. Na cidade de São Paulo, é de 3,1%.

Estudo semelhante já foi feito na capital paulista e identificou índice de imunização de 5,2%. Esse trabalho tem sido desenvolvido por cientistas da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) com apoio do Instituto Semeia e participação de profissionais do Laboratório Fleury e Ibope Inteligência. Cientistas calculam que o índice de infectados deve ser de ao menos 60% para a imunidade de rebanho na população, o que reduz o avanço do surto.

Fonte/Créditos: Estadao

Créditos (Imagem de capa): © Tiago Queiroz/Estadão Aglomeração de parentes de internados infectados por coronavírus aguardam informações na frente do Hospital da Mooca, em São Paulo

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )