Futucando Notícias

MENU
Logo
Domingo, 09 de agosto de 2020
Publicidade
Publicidade

Política

Presidente da câmara retira da pauta da sessão legislativa o projeto de lei 20/2019 que aumentava em 80% o valor do IPTU

É imoral majorar IPTU em uma cidade em que não há sequer saneamento básico, a cidade está totalmente sob fossas,disse Jota Batista

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A ultima sessão legislativa do ano de 2019 que ocorreu nesta quinta-feira (05) seria uma das mais polêmicas e aguardadas deste segundo biênio. O motivo para tanta expectativa foi a apresentação de um projeto de lei na sessão do dia 28/11/2019 em que o executivo “Prefeitura” propôs majorar o IPTU municipal em até 80%.

Os vereadores oposicionistas não pouparam ataques em confronto a este famigerado projeto de lei, onde o vereador Jota Batista afirmou na tribuna da Câmara Municipal que ao fim do seu terceiro mandato, o prefeito Robério Oliveira não fez 1 metro de saneamento básico, muito menos buscou junto ao governo do estado parcerias para que fosse realizado. “É imoral majorar IPTU em uma cidade em que não há sequer saneamento básico, a cidade está totalmente sob fossas”, salientou o edil.

Arthur Dapé ressaltou que seria um afronta aos próprios eleitores caso o projeto de lei fosse aprovado, em um país que atravessa uma crise econômica, aumentar o valor da carga tributária é uma crueldade.

RETIRARAM DA PAUTA DA CÂMARA NO ULTIMO MINUTO

Muito embora correligionários do prefeito Robério Oliveira (PSD) afirmassem que o projeto nunca foi apresentado, informação confrontada pela ata da ultima sessão da câmara, além dos pronunciamentos dos demais vereadores, o projeto de lei foi retirado da pauta da sessão da câmara, deixando os expectadores confusos com esta atitude.

AS REDES SOCIAIS POSSUI FORÇA ESMAGADORA CONTRA A CORRUPÇÃO

Se não fosse através da força das redes sociais e dos grupos de whatsapp, pouco provavelmente a população saberia que o final de ano seria tenebroso, pois em um simples calculo analisa-se que quem deve o valor tributário de IPTU em 200 reais, no mês seguinte pagaria 360 reais. Após a movimentação nas redes sociais, existe o boato de que alguns políticos “arregaram”.

Fonte/Créditos: Jornalista Alinne Werneck

Créditos (Imagem de capa): divulgação

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )