Futucando Notícias

MPF pede suspensão do Sisu, Fies e Prouni

Em caso de descumprimento, o MPF aponta que seja aplicada uma multa diária de R$ 10 milhões
MPF pede suspensão do Sisu, Fies e Prouni
Reprodução/ Inep

MPF pede suspensão do Sisu, Fies e Prouni

Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) entrou, na tarde da sexta-feira (24), com uma Ação Civil Pública, na Justiça Federal em Minas Gerais, contra a União e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do Enem. A ação pede imediata suspensão das inscrições e dos calendários 2020 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Universidade para Todos (Prouni). Em caso de descumprimento, o MPF aponta que seja aplicada uma multa diária de R$ 10 milhões. 

A ação cita ainda a possibilidade de danos irreversíveis serem causados aos estudantes, já que as inscrições para o Sisu foram iniciadas na terça-feira, 21, e devem seguir até domingo, 26, com divulgação do resultado final agendado para terça-feira (28). 

A suspensão da programação deverá ser mantida até que seja feita uma auditoria no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, sugere o pedido. Também é solicitado ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realize nova conferência dos gabaritos de todos os candidatos. A ideia é a garantir "a idoneidade, a correção do resultado do exame e a correspondência entre o gabarito utilizado e a prova realizada pelo candidato". Um erro de impressão nas provas provocou alteração no resultado das provas de cerca de 6 mil inscritos. 

O MPF solicita, ainda, que seja apresentada resposta formal a todos os pedidos de correção/apuração feitos pelos estudantes, com eventual retificação da nota final e sua devida repercussão no conjunto global de candidatos, se for o caso.

Na ação, também há pedido para que a Justiça intime a União e o Inep para uma Audiência de Conciliação, com máxima urgência, e que pode contar com a participação de especialistas em avaliação educacional.

OUVIR NOTÍCIA

O Ministério Público Federal (MPF) entrou, na tarde da sexta-feira (24), com uma Ação Civil Pública, na Justiça Federal em Minas Gerais, contra a União e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do Enem. A ação pede imediata suspensão das inscrições e dos calendários 2020 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Universidade para Todos (Prouni). Em caso de descumprimento, o MPF aponta que seja aplicada uma multa diária de R$ 10 milhões. 

A ação cita ainda a possibilidade de danos irreversíveis serem causados aos estudantes, já que as inscrições para o Sisu foram iniciadas na terça-feira, 21, e devem seguir até domingo, 26, com divulgação do resultado final agendado para terça-feira (28). 

A suspensão da programação deverá ser mantida até que seja feita uma auditoria no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, sugere o pedido. Também é solicitado ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realize nova conferência dos gabaritos de todos os candidatos. A ideia é a garantir "a idoneidade, a correção do resultado do exame e a correspondência entre o gabarito utilizado e a prova realizada pelo candidato". Um erro de impressão nas provas provocou alteração no resultado das provas de cerca de 6 mil inscritos. 

O MPF solicita, ainda, que seja apresentada resposta formal a todos os pedidos de correção/apuração feitos pelos estudantes, com eventual retificação da nota final e sua devida repercussão no conjunto global de candidatos, se for o caso.

Na ação, também há pedido para que a Justiça intime a União e o Inep para uma Audiência de Conciliação, com máxima urgência, e que pode contar com a participação de especialistas em avaliação educacional.

Fonte

Agência Brasil

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Entretenimento
Cabrália: Prefeitura não cumpre acordo no carnaval, ambulantes contabilizam os prejuízos
Cabrália: Prefeitura não cumpre acordo no carnaval, ambulantes contabilizam os prejuízos
VISUALIZAR
Policial
Adolescente embarca em para-choque traseiro de caminhão, percorre cerca de 50 quilômetros e...
Adolescente embarca em para-choque traseiro de caminhão, percorre cerca de 50 quilômetros e PRF evita final trágico
VISUALIZAR
Policial
Policiais Rodoviários Federais socorrem bebê com sintomas de engasgamento na BR 367 em Porto...
Policiais Rodoviários Federais socorrem bebê com sintomas de engasgamento na BR 367 em Porto Seguro
VISUALIZAR
Saúde
São Paulo: Ministério da Saúde manda para contraprova possível caso positivo de...
São Paulo: Ministério da Saúde manda para contraprova possível caso positivo de coronavírus
VISUALIZAR
Saúde
Itabuna: Santa Casa confirma caso suspeito de Coronavírus
Itabuna: Santa Casa confirma caso suspeito de Coronavírus
VISUALIZAR
Policial
Eunápolis: Ex-presidiário é assassinado a tiros no bairro Santa Lúcia
Eunápolis: Ex-presidiário é assassinado a tiros no bairro Santa Lúcia
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )