Futucando Notícias

MEC disponibiliza aplicativo para emitir a carteirinha de estudante digital

O programa digital irá garantir uma economia superior a R$ 1 bilhão
MEC disponibiliza aplicativo para emitir a carteirinha de estudante digital
Ilustrativa
155

MEC disponibiliza aplicativo para emitir a carteirinha de estudante digital

G1

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na segunda-feira, 25, o lançamento do aplicativo virtual para emissão da carteirinha estudantil digital. O ID Estudantil é gratuito e garante ao aluno o direito ao benefício de meia entrada em shows, teatro e outros eventos culturais.

Durante o lançamento, o ministro da Educação destacou que o programa digital irá garantir uma economia superior a R$ 1 bilhão. “Dependendo, o valor pode chegar a 2 bilhões. Com isso, a gente espera gerar um ganho maior para a comunidade”, afirmou Abraham Weintraub.

Esse serviço é uma das principais fontes de recursos das entidades e já foi criticado pelo ministro da Educação. No atual sistema, a UNE fica com 20% do valor (R$ 7), e a Ubes, com 25% (R$ 10,50).

Os alunos que quiserem manter a carteirinha tradicional poderão solicitá-las junto às instituições e pagar o valor pedido.

Para abastecer o sistema com dados dos alunos, as instituições de ensino deverão enviar o número do Cadastro da Pessoa Física (CPF) dos estudantes.

Para garantir o acesso à ID Estudantil, um representante de cada instituição de ensino, pública ou particular deve enviar as informações dos alunos para o Inep, que irá alimentar o SEB.

OUVIR NOTÍCIA

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na segunda-feira, 25, o lançamento do aplicativo virtual para emissão da carteirinha estudantil digital. O ID Estudantil é gratuito e garante ao aluno o direito ao benefício de meia entrada em shows, teatro e outros eventos culturais.

Durante o lançamento, o ministro da Educação destacou que o programa digital irá garantir uma economia superior a R$ 1 bilhão. “Dependendo, o valor pode chegar a 2 bilhões. Com isso, a gente espera gerar um ganho maior para a comunidade”, afirmou Abraham Weintraub.

Esse serviço é uma das principais fontes de recursos das entidades e já foi criticado pelo ministro da Educação. No atual sistema, a UNE fica com 20% do valor (R$ 7), e a Ubes, com 25% (R$ 10,50).

Os alunos que quiserem manter a carteirinha tradicional poderão solicitá-las junto às instituições e pagar o valor pedido.

Para abastecer o sistema com dados dos alunos, as instituições de ensino deverão enviar o número do Cadastro da Pessoa Física (CPF) dos estudantes.

Para garantir o acesso à ID Estudantil, um representante de cada instituição de ensino, pública ou particular deve enviar as informações dos alunos para o Inep, que irá alimentar o SEB.

Fonte

G1

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Economia
Venha para a Móveis Soares e aproveite a mega promoção de verão
Venha para a Móveis Soares e aproveite a mega promoção de verão
VISUALIZAR
Policial
PRF prende dupla na BR 324 suspeita de sequestrar enfermeira em Feira de Santana (BA)
PRF prende dupla na BR 324 suspeita de sequestrar enfermeira em Feira de Santana (BA)
VISUALIZAR
Ciência & Tecnologia
Startup japonesa poderá lançar carro voador em 2023
Startup japonesa poderá lançar carro voador em 2023
VISUALIZAR
Brasil
Bahia é o quinto estado com maior número de trabalhadores escravos
Bahia é o quinto estado com maior número de trabalhadores escravos
VISUALIZAR
Política
Brasil repete nota e piora em ranking de corrupção em 2019
Brasil repete nota e piora em ranking de corrupção em 2019
VISUALIZAR
Eleições 2020
Quase 800 mil baianos com título cancelado tem até 6 de maio pra regularização
Quase 800 mil baianos com título cancelado tem até 6 de maio pra regularização
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )