Futucando Notícias

Imprensa da Suécia destaca dúvidas sobre quem é o dono de terras ocupadas pela Veracel; Agricultor mostra documentos

Quem é o verdadeiro dono das terras onde houve confronto e carros queimados?
Imprensa da Suécia destaca dúvidas sobre quem é o dono de terras ocupadas pela Veracel; Agricultor mostra documentos

Imprensa da Suécia destaca dúvidas sobre quem é o dono de terras ocupadas pela Veracel; Agricultor mostra documentos

Jean Ramalho MTB 6086/BA

A Imprensa da Suécia, país sede de um dos maiores acionistas da Veracel, a Sueco-finlandesa Stora Enso, está noticiando no país o sofrimento causado pelo uso de terras com supostas denúcias de propriedades, documentações e vizinhos inexistentes ou duvidosos.  

Há na justiça um pedido de perícia técnica, aguardando apreciação de um novo Juiz que assumiu há pouco menos de um mês o processo após o anterior se declarar impedido de continuar. Sem audiências e conciliação, o referido processo litigioso já se  arrasta há mais de 10 anos. A briga envolvendo posseiros, associação e a Veracel na disputa de terras localizadas em Eunápolis, onde ocorreram a queima de veículos da empresa GPS, segurança terceirizada da Veracel, no dia 2 de Julho, feriado da Independência da Bahia, foi também destaque na TV Yle da Finlândia que cobra explicações da Stora Enso e chegou a publicar que a multinacional não tem documentos para mostrar.

Assista ao vídeo produzido pela imprensa Sueca da ATL TV, chamando a atenção para os conflitos.

Em entrevista concedida, abatido, mas ainda esperando e acreditando na justiça brasileira, Geraldo Pereira, que foi preso sem estar presente no conflito que resultou na queima dos carros da GPS e que possui impostos pagos das terras por ele denominadas Fazenda Conjunto São Geraldo e Fazenda Boa união 1 e 2 desde o inicio dos anos 80,  disse que espera que a justiça prevaleça.

A QUEM PERTENCE AS TERRAS ONDE OCORRERAM OS CONFLITOS? A JUSTIÇA FOI ACIONADA E ESTÁ INVESTIGANDO:

Segundo apurou o Futucando, há muitas denúncias protocoladas na Polícia Federal, Ministério Público Federal, Incra, Justiça Federal, Ministério do Trabalho, envolvendo supostas tentativa de subornos, fraudes documentais, imposições a condições precárias de trabalho e exposições ao perigo em área irregular, confrontações (vizinhos e extremantes) inexistentes na localidade, tudo isso sendo investigado e já gerando resultados negativos para a multinacional que se defende nos processos mantendo sempre as mesmas histórias em respostas à imprensa internacional, sem demostrar interesse na solução definitiva dos conflitos, especificamente nesta região conhecida como Água Vermelha, longe da Embaúba e outros conflitos em áreas no município de Santa Cruz Cabrália, também investigadas.

O CNJ manteve o bloqueio das matrículas da suposta Fazenda Sítio Esperança Unificada de nº 7629 e 26918, através de reclamação protocolada onde a Corregedoria de Justiça da Bahia, puniu o Cartório de Registros de Imóveis pela imprecisão no registro das referidas terras onde ocorreram a queima dos carros:

 

A justiça brasileira precisa por fim à discussão destas disputas de terras cercadas de mistérios sobre documentações irregulares, localizações e confrontantes duvidosos. O fato é que segundo o Conselho Nacional de Justiça, as matriculas dos imóveis continuarão bloqueadas até descisão judicial.

Aguardem novas informações.

É só futucar que a verdade aparece!

 

OUVIR NOTÍCIA

A Imprensa da Suécia, país sede de um dos maiores acionistas da Veracel, a Sueco-finlandesa Stora Enso, está noticiando no país o sofrimento causado pelo uso de terras com supostas denúcias de propriedades, documentações e vizinhos inexistentes ou duvidosos.  

Há na justiça um pedido de perícia técnica, aguardando apreciação de um novo Juiz que assumiu há pouco menos de um mês o processo após o anterior se declarar impedido de continuar. Sem audiências e conciliação, o referido processo litigioso já se  arrasta há mais de 10 anos. A briga envolvendo posseiros, associação e a Veracel na disputa de terras localizadas em Eunápolis, onde ocorreram a queima de veículos da empresa GPS, segurança terceirizada da Veracel, no dia 2 de Julho, feriado da Independência da Bahia, foi também destaque na TV Yle da Finlândia que cobra explicações da Stora Enso e chegou a publicar que a multinacional não tem documentos para mostrar.

Assista ao vídeo produzido pela imprensa Sueca da ATL TV, chamando a atenção para os conflitos.

Em entrevista concedida, abatido, mas ainda esperando e acreditando na justiça brasileira, Geraldo Pereira, que foi preso sem estar presente no conflito que resultou na queima dos carros da GPS e que possui impostos pagos das terras por ele denominadas Fazenda Conjunto São Geraldo e Fazenda Boa união 1 e 2 desde o inicio dos anos 80,  disse que espera que a justiça prevaleça.

A QUEM PERTENCE AS TERRAS ONDE OCORRERAM OS CONFLITOS? A JUSTIÇA FOI ACIONADA E ESTÁ INVESTIGANDO:

Segundo apurou o Futucando, há muitas denúncias protocoladas na Polícia Federal, Ministério Público Federal, Incra, Justiça Federal, Ministério do Trabalho, envolvendo supostas tentativa de subornos, fraudes documentais, imposições a condições precárias de trabalho e exposições ao perigo em área irregular, confrontações (vizinhos e extremantes) inexistentes na localidade, tudo isso sendo investigado e já gerando resultados negativos para a multinacional que se defende nos processos mantendo sempre as mesmas histórias em respostas à imprensa internacional, sem demostrar interesse na solução definitiva dos conflitos, especificamente nesta região conhecida como Água Vermelha, longe da Embaúba e outros conflitos em áreas no município de Santa Cruz Cabrália, também investigadas.

O CNJ manteve o bloqueio das matrículas da suposta Fazenda Sítio Esperança Unificada de nº 7629 e 26918, através de reclamação protocolada onde a Corregedoria de Justiça da Bahia, puniu o Cartório de Registros de Imóveis pela imprecisão no registro das referidas terras onde ocorreram a queima dos carros:

 

A justiça brasileira precisa por fim à discussão destas disputas de terras cercadas de mistérios sobre documentações irregulares, localizações e confrontantes duvidosos. O fato é que segundo o Conselho Nacional de Justiça, as matriculas dos imóveis continuarão bloqueadas até descisão judicial.

Aguardem novas informações.

É só futucar que a verdade aparece!

 

Fonte

Jean Ramalho MTB 6086/BA

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Covid-19
Mortes por Covid-19 no Brasil dobram em 16 dias, chegando a 30 mil
Mortes por Covid-19 no Brasil dobram em 16 dias, chegando a 30 mil
VISUALIZAR
Covid-19
Porto Seguro: Prefeita testa positivo para COVID-19
Porto Seguro: Prefeita testa positivo para COVID-19
VISUALIZAR
Covid-19
COVID-19: Eunápolis registra 158 casos positivos da doença e duas pessoas já morreram
COVID-19: Eunápolis registra 158 casos positivos da doença e duas pessoas já morreram
VISUALIZAR
Covid-19
Coronavírus: Ex-prefeito Gediel respira sem ajuda de aparelhos na UTI e seu estado é...
Coronavírus: Ex-prefeito Gediel respira sem ajuda de aparelhos na UTI e seu estado é considerado estável
VISUALIZAR
Economia
A um mês do prazo, mais da metade ainda não declarou Imposto de Renda
A um mês do prazo, mais da metade ainda não declarou Imposto de Renda
VISUALIZAR
Covid-19
Coronavírus pode estar sofrendo mutações em novo surto na China
Coronavírus pode estar sofrendo mutações em novo surto na China
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )