Futucando Notícias

MENU
Logo
Domingo, 27 de setembro de 2020
Publicidade
Publicidade

Economia

Governo faz 158 mil cortes do Bolsa Família em meio à pandemia; 61% são do Nordeste

O número de beneficiários é o menor do governo Jair Bolsonaro e o menor desde maio de 2017

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Em meio à crise que envolve a pandemia do novo coronavírus, o governo federal fez um corte de 158.452 bolsas do programa Bolsa Família, o que contraria a promessa de ampliar o programa. O Ministério da Cidadania começou a pagar a folha de março na última quinta-feira (19).

Mais uma vez, o Nordeste foi a região mais afetada com os cortes. Dos mais de 158 mil, 96.861 (ou 61,1%) foram retirados da região que responde por metade dos benefícios do país. 

O número de beneficiários é o menor do governo Jair Bolsonaro e o menor desde maio de 2017, quando o Bolsa Família teve a retirada de 543 mil bolsas, o maior corte da história do programa.

 Em contato com o UOL, o ministério afirmou que a redução ocorreu porque 185 mil famílias ingressaram, mas 330 mil "se emanciparam" por apresentarem evolução nas condições financeiras, "ou seja, superaram as condições necessárias para a manutenção do benefício". 

A pasta também afirmou que "vale lembrar que o número de beneficiários flutua a cada mês em virtude dos processos de inclusão, exclusão e manutenção de famílias".

Fonte/Créditos: Bahia Noticias

Créditos (Imagem de capa): divulgação

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )