Futucando Notícias

MENU
Logo
Quinta, 16 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Economia

Governo economiza R$ 1,9 bilhão com salário mínimo defasado

O Ministério da Economia não informou se fará um novo aumento do mínimo

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Se optar por manter o salário mínimo para este ano em R$ 1.039 e não elevar o valor para R$ 1.045, repondo integralmente a inflação, o governo pode economizar até R$ 1,9 bilhão em gastos públicos neste ano.

Após a divulgação de que a inflação oficial do ano passado foi maior do que a levada em conta para reajustar o piso salarial do país, o Ministério da Economia não informou se fará um novo aumento ou se manterá o valor defasado neste ano.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou o INPC (Índice Nacional de Preços ao Mercado) de 2019, que ficou em 4,48%. O percentual veio acima dos 3,86% estimados no fim de dezembro pelo governo ao determinar o valor de R$ 1.039 para o mínimo.

Levando em conta o cálculo usado pela equipe econômica, que parte de R$ 999,91 ao considerar um resíduo de inflação de 2018, o valor chegaria a R$ 1.044,70 usando o INPC integral de 2019. Como a cifra é arredondada ao entrar em vigor, o salário mínimo em 2020 deveria ser de R$1.045.

No caso de o reajuste ter sido feito sobre R$ 998, valor anterior do mínimo que desconsidera esse resíduo, a cifra ficaria em R$ 1.043.

Fonte/Créditos: Folhapress

Créditos (Imagem de capa): Reprodução / G1

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )