Futucando Notícias

MENU
Logo
Quinta, 16 de julho de 2020
Publicidade
Publicidade

Justiça

Cantor Eduardo Costa tem mansão onde reside bloqueada pela justiça

O processo não tem data para ser julgado

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Acusado de estelionato, o cantor Eduardo Costa, 40, teve a mansão onde reside, em Belo Horizonte, bloqueada pela justiça. O casal que negociou o imóvel com Costa é quem move a ação, alegando ter levado prejuízo financeiro na transação.

A mansão do cantor é avaliada em R$ 9 milhões e foi trocada por um imóvel que Costa mantinha em Capitólio, Minas Gerais. Entretanto, a casa recebida pelo casal está com dois processos para demolição parcial, um movido pelo Ministério Público Federal (MPF) e outro pela Furnas Centrais Elétricas S.A.

Parte da mansão de Capitólio foi construída em Área de Preservação Permanente (APP) e, no caso da ação de Furnas, a Justiça já teria determinado a demolição. Portanto, o imóvel passa a valer menos do que o combinado na negociação. 

O imóvel que foi de Costa passou a funcionar como um resort, que seria a única fonte de renda do casal. Na justiça, eles estariam pedindo indenização por danos materiais no valor de R$ 8,1 milhões mais R$ 1 milhão de danos morais, além de uma multa de R$ 900 mil por descumprimento contratual.

O processo não tem data para ser julgado.  O bloqueio impede o sertanejo de tomar qualquer ação sob a propriedade, que fica localizada na Pampulha, em Belo Horizonte. 

Fonte/Créditos: R7

Créditos (Imagem de capa): Reprodução/Instagram

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )