Futucando Notícias

Cabrália: Vereador diz que Prefeito Agnelo é perseguidor e ingressa com mandado de segurança contra ele

Humbertinho diz estar sendo coagido e perseguido em cargo concursado na prefeitura por não atender a interesses do prefeito
Cabrália: Vereador diz que Prefeito Agnelo é perseguidor e ingressa com mandado de segurança contra ele
divulgação
1330

Cabrália: Vereador diz que Prefeito Agnelo é perseguidor e ingressa com mandado de segurança contra ele

cabraliaagora.com.br

O vereador de Santa Cruz Cabrália, Humberto Cachoeira filho ( Humbertinho) acusa o Prefeito Agnelo Santos, investigado na operação fraternos por desvio de milhões de reais, de ser perseguidor e fazer manobras para prejudicá-lo. Segundo Humbertinho, em matéria postada no site Cabrália Agora, ele  é servidor público concursado desde o ano de 2008 como Oficial Administrativo, cumpre a sua jornada de trabalho na sede, e por ser um vereador crítico as posturas da gestão de Agnelo júnior, está sofrendo perseguição e manobras na sua função dentro da prefeitura.

A prática do prefeito Agnelo, segundo o site, não é apenas contra o vereador, mas a todos os servidores que não seguem a cartilha, as constantes trocas de secretários e cargos estratégicos, revelariam a sua má condução da máquina pública.

O Vereador Humbertinho disse que ele negou o voto ao projeto de Lei que buscava empréstimo requerido por Agnelo Júnior junto a Caixa Econômica Federal no valor de 15.000.000,00 (quinze milhões). Desde então estranhamente a prefeitura começou a remaneja-lo para outros setores , sendo que nas últimas semanas, ele foi levado para o setor de arquivos, localizado na cidade História, numa clara tentativa de ser coagido .

Mandado de Segurança

O vereador Humbertinho entrou com pedido de mandado de segurança contra as manobras do prefeito Agnelo Júnior, sendo então atendido, de acordo com a publicação no último dia 2 de setembro, no Diário de Justiça do Estado da Bahia.

A publicação oficial do mandado de segurança obriga  o prefeito Agnelo Júnior a reconduzir o servidor Humberto Cachoeira filho para seu setor de origem, e em caso de descumprimento da ordem judicial, o prefeito poderá ser multado, além de responder por crime de desobediência.

Humbertinho irá continuar com seu posicionamento firme, fazendo uso da palavra na Câmara de vereadores e diz que não irá ceder às investidas do gestor, garantindo seu compromisso com o povo de Cabrália.

OUVIR NOTÍCIA

O vereador de Santa Cruz Cabrália, Humberto Cachoeira filho ( Humbertinho) acusa o Prefeito Agnelo Santos, investigado na operação fraternos por desvio de milhões de reais, de ser perseguidor e fazer manobras para prejudicá-lo. Segundo Humbertinho, em matéria postada no site Cabrália Agora, ele  é servidor público concursado desde o ano de 2008 como Oficial Administrativo, cumpre a sua jornada de trabalho na sede, e por ser um vereador crítico as posturas da gestão de Agnelo júnior, está sofrendo perseguição e manobras na sua função dentro da prefeitura.

A prática do prefeito Agnelo, segundo o site, não é apenas contra o vereador, mas a todos os servidores que não seguem a cartilha, as constantes trocas de secretários e cargos estratégicos, revelariam a sua má condução da máquina pública.

O Vereador Humbertinho disse que ele negou o voto ao projeto de Lei que buscava empréstimo requerido por Agnelo Júnior junto a Caixa Econômica Federal no valor de 15.000.000,00 (quinze milhões). Desde então estranhamente a prefeitura começou a remaneja-lo para outros setores , sendo que nas últimas semanas, ele foi levado para o setor de arquivos, localizado na cidade História, numa clara tentativa de ser coagido .

Mandado de Segurança

O vereador Humbertinho entrou com pedido de mandado de segurança contra as manobras do prefeito Agnelo Júnior, sendo então atendido, de acordo com a publicação no último dia 2 de setembro, no Diário de Justiça do Estado da Bahia.

A publicação oficial do mandado de segurança obriga  o prefeito Agnelo Júnior a reconduzir o servidor Humberto Cachoeira filho para seu setor de origem, e em caso de descumprimento da ordem judicial, o prefeito poderá ser multado, além de responder por crime de desobediência.

Humbertinho irá continuar com seu posicionamento firme, fazendo uso da palavra na Câmara de vereadores e diz que não irá ceder às investidas do gestor, garantindo seu compromisso com o povo de Cabrália.

Fonte

cabraliaagora.com.br

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Saúde
Paciente em MG não se enquadra na definição de caso suspeito de coronavírus, diz...
Paciente em MG não se enquadra na definição de caso suspeito de coronavírus, diz ministério
VISUALIZAR
Saúde
Estados Unidos confirmam caso de coronavírus que causa um tipo de pneumonia que é...
Estados Unidos confirmam caso de coronavírus que causa um tipo de pneumonia que é transmitida de pessoa a pessoa
VISUALIZAR
Saúde
Minas Gerais tem primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil;Há a possibilidade de que o...
Minas Gerais tem primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil;Há a possibilidade de que o vírus cause uma pandemia
VISUALIZAR
Economia
Wish testa logística para acelerar entregas no Brasil
Wish testa logística para acelerar entregas no Brasil
VISUALIZAR
Economia
Começou a promoção de verão da Móveis Soares com ofertas imperdíveis
Começou a promoção de verão da Móveis Soares com ofertas imperdíveis
VISUALIZAR
Saúde
Venenos de vespa e escorpião podem auxiliar tratamento de tuberculose
Venenos de vespa e escorpião podem auxiliar tratamento de tuberculose
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )