Política

Deputada de Bolsonaro ‘puxa’ Kannário para a Câmara dos Deputados

A coligação entre PSL e PHS provocou uma situação inusitada. A candidata Dayane Pimentel (PSL) foi a quarta mais votada para a Câmara dos Deputados pela Bahia e puxou mais dois candidatos da coligação que não estavam entre os 39 mais votados ao contribuir com o coeficiente eleitoral. Entre a dupla de beneficiários está o vereador de Salvador, Igor Kannário (PHS).

Seria uma situação comum na cena política se não fosse um detalhe: Dayane se apresenta como candidata de Bolsonaro e possuiu posição altamente conservadora com relação a temas como violência policial e combate às drogas, duas bandeiras levantadas por Kannário no sentido contrário. O cantor de pagode possui passagens pela polícia e ainda uma folha de maconha tatuada na pele.

A coligação, inclusive, foi alvo de críticas desde a formação. No entanto, com interesses eleitorais, os dois partidos acabaram juntos na disputa por vagas na Câmara dos Deputados.

Fonte: BN
Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.