DestaqueJustiçaSaúde

ANS suspende a venda de 17 planos de saúde; veja a lista da UNIMED, SALUTAR e AMENO

Os planos de 3 operadoras de saúde atendem 156,6 mil beneficiários, que continuam a ter assistência regular garantida.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou nesta sexta-feira (30) a suspensão da venda de 17 planos de saúde de 3 operadoras a partir do dia 7 de dezembro.

A medida é resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, realizado a cada três meses pela agência.

Os 156,6 mil usuários desses planos continuarão a ter assistência regular, mas as operadoras ficam impedidas de vender para outros interessados até que comprovem a melhoria no atendimento.

A lista de planos suspensos foi divulgada nesta sexta e está disponível no site da ANS.

Entre 1º de julho e 30 de setembro, foram registradas 17.314 reclamações de natureza assistencial nos canais de atendimento da ANS. Dessas, 16.442 foram consideradas para análise pelo Programa de Monitoramento. Segundo a agência, 95,62% das queixas foram resolvidas pela mediação feita pela ANS.

Veja a lista de planos com comercialização suspensa:

SALUTAR SAÚDE SEGURADORA S/A

  • SALUTAR 600
  • Clássico – Emp Estadual QC Sem FM
  • Salutar Clássico Adesão Enfermaria Sem Co-Part ou Franquia
  • Salutar Clássico Empresarial Enf Sem Co-Part ou Franquia
  • Especial Top Adesão sem Coparticipação sem Franquia
  • Executivo Top Adesão sem Coparticipação sem Franquia

UNIMED-RIO COOPERATIVA DE TRABALHO MEDICO DO RIO DE JANEIRO

  • Unimed Beta
  • Unimed Alfa 2 PPE
  • Unimed Beta 2 PPE
  • Unimed Delta 2 PPE
  • Unimed Delta 2
  • Unimed Personal Quarto Coletivo 2
  • Unimed Alfa 2
  • Unimed Ômega Plus PPE
  • Unimed Ômega Plus
  • UniPart Alfa 2 Dental

AMENO ASSISTÊNCIA MÉDICA S/S LTDA

  • Plano Regional global
Fonte: G1
Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.