DenúnciaDestaquePolícia

Munição usada para matar Marielle é de lotes vendidos para Polícia Federal

A munição utilizada pelos criminosos que mataram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) com tiros de uma pistola calibre 9 mm na última quarta-feira (14) é de lotes vendidos para a Polícia Federal de Brasília em 2006, de acordo com o G1. As polícias Civil e Federal vão iniciar um trabalho conjunto de rastreamento. segundo a perícia da Divisão de Homicídios, divulgada nesta quinta-feira (16), o lote de munição UZZ-18 é original, ou seja, ela não foi recarregada. Segundo a investigação, os lotes de munições foram vendidos à PF de Brasília pela empresa CBC no dia 29 de dezembro de 2006, com as notas fiscais número 220-821 E 220-822.

Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.