DestaquePolícia

Vaqueiro com ciúmes mata o patrão e comete suicídio

No local foi encontrado o revólver, um pedaço de pau e um facão, que possivelmente tenham sido usados no crime

Um crime que pode ter sido motivado por ciúmes, ocorreu na manhã de terça-feira (09) e chocou a população de Iguaí, na região sul da Bahia. De acordo com informações de testemunhas, um vaqueiro, ainda não identificado, com ciúmes de sua esposa, assassinou, a tiros, o seu próprio patrão, o empresário Marival Silva Freitas e em seguida, cometeu suicídio.

Os corpos foram encontrados no curral da fazenda, propriedade rural no distrito de Ribeirão das Flores. E as evidências sugerem que o funcionário tenha matado o patrão e se matado em seguida. No local foi encontrado o revólver, um pedaço de pau e um facão, que possivelmente tenham sido usados no crime. A polícia de Itapetinga investiga o caso.

De acordo com o delegado Antônio Roberto Gomes Silva Júnior, delegado chefe da 21ª Coordenadoria de Polícia do Interior, equipes da Delegacia Territorial de Iguaí iniciaram as investigações para determinar o que teria ocorrido para resultar nas duas mortes.
Os cadáveres foram removidos ao Instituto Médico Legal de Itapetinga onde passarão por necropsias.

Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.