DestaquePolíticaSaúde

285 municípios ficam sem médicos com saída dos cubanos; 1 é da Bahia

O Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems) divulgou nesta quinta-feira (22), um levantamento que aponta que pelo menos 285 cidades em 19 estados do país devem ficar sem médicos na atenção básica de saúde com a saída dos cubanos do programa Mais Médicos. Esse número ainda pode ser ampliado, de acordo com a entidade.

Na Bahia, a cidade de Santa Teresinha pode ser afetada.

Cada equipe de Saúde da Família possui um médico responsável. Os médicos cubanos atuavam nessas equipes, que contam com 4 mil habitantes, de acordo com informações do G1.

A estimativa, no entanto, não considera se o município tem algum medico em estabelecimento da rede privada ou se a cidade tem parceria com o município vizinho para assistência mútua.

A atenção básica é a rede de atendimento que abrange prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, redução de danos e manutenção da saúde e o trabalho é realizado em unidades básicas de sáude e espaços equivalentes.

 

Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.