Vergonha: Vereadores faltam a sessão para recepcionar prefeito investigado na Operação Fraternos

3 primeira leitura
0

Vereadores são eleitos para serem fiscais do povo, para apurarem denúncias de desvios de verba pública na administração municipal, debater melhorias nos serviços públicos e enfim, defender o que seja melhor para a população, denunciando também o que não estiver funcionando corretamente.

Esse seria o comportamento correto, porém lamentavelmente a grande maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Eunápolis não tem vergonha alguma de deixarem bem claro que entre uma sessão, que ocorre uma vez por semana, e entre bajular o prefeito Robério Oliveira, investigado pela Polícia Federal, ficam orgulhosos de preferirem a segunda opção.

11 vereadores de Eunápolis faltaram à sessão ordinária de quinta-feira (5), para receber e abraçar  o prefeito reintegrado, Robério Oliveira (PSD). O Prefeito investigado que abraçam é o mesmo que eles não quiseram investigar e arquivaram denúncias sérias temendo o retorno do “chefe” e suas possíveis consequências.

Presentes na sessão e cumprindo suas obrigações, estavam o presidente Paulo Brasil, Jorge Maécio o líder do governo, Jota Batista, Jurandir Leite, Ramos Filho e Arthur Dapé.

A folha de frequência dos vereadores já foram solicitadas e as faltas não justificadas deverão ser solicitadas as explicações na justiça.

A farra do nepotismo, de familiares de vereadores ganhando altos salários na folha da prefeitura, ganhou uma grande repercussão nos últimos meses, revelando o que antes ficava escondido. A população tem um pensamento diferente e o Brasil vive um novo momento de combate aos políticos corruptos.

A população precisa ficar atenta, estamos em ano eleitoral e é preciso escolher com atenção os próximos governantes para que possamos contribuir com a limpeza moral que nosso Brasil tanto precisa.

Lembrando que ainda não foi oferecida denúncia e resultados da Operação Fraternos, o que pode ocorrer a qualquer momento, inclusive existindo possibilidades de mandados de prisões.

É só futucar que a verdade aparece.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Lei que coloca motorista embriagado na prisão por até oito anos entra em vigor

Entrou em vigor, a partir de sexta (20), a Lei 13.546/17 que prevê a prisão de 5  a 8 anos…