Tecnologia: Huawei ultrapassa Apple e se torna segunda maior fabricante de celulares

3 primeira leitura
0

A Huawei ultrapassou a Appleem número de celulares vendidos no planeta. Com crescimento de 40,9% no último ano, a fabricante chinesa chegou ao segundo lugar no ranking das marcas com maior fatia de mercado mobile. Agora a empresa responde por 15,8% do mercado, contra 12,1% da Apple. A Samsung segue líder de mercado com 20,9% do bolo.

O levantamento foi realizado pela empresa de pesquisas IDC com dados do segundo trimestre de 2018. O estudo aponta queda de 1,8% em comparação com o mesmo período do ano passado, e destaca a má fase do setor: este é o terceiro trimestre consecutivo que as vendas globais celulares caem, o que torna ainda mais notável o desempenho da Huawei.

Esta é a primeira vez desde 2010 que a Apple não figura na primeira ou segunda posição do ranking mundial. Para tomar o lugar da empresa da maçã, a Huawei vendeu 54,2 milhões de celulares no trimestre.

Xiaomi ocupa o quarto lugar no ranking, com 31,9 milhões de entregas e 9,3% do mercado. Entre as cinco fabricantes mais bem colocadas, ela é a única que supera a Huawei no crescimento anual, tendo registrado aumento de 48,8% nas vendas. A Oppo é a quinta colocada na competição de gigantes, tomando conta de 8,6% do mercado de smartphones.

Tabela de vendas e participação no mercado de smartphones em 2017 e 2018  (Foto: Reprodução/IDC)Tabela de vendas e participação no mercado de smartphones em 2017 e 2018  (Foto: Reprodução/IDC)

Tabela de vendas e participação no mercado de smartphones em 2017 e 2018 (Foto: Reprodução/IDC)

Retorno ao Brasil

A estratégia de crescimento da Huawei fica evidente com a entrada em novos mercados – ou a volta para lugares onde as vendas tinham sido abandonadas, como é o caso do Brasil. A fabricante anunciou que irá comercializar seus celulares novamente no país, por meio de uma parceria com a Positivo.

A nova tentativa no mercado brasileiro vai englobar os modelos premium, como P20 Pro, que deve ser o primeiro a chegar em nossas terras. A companhia afirmou que as vendas deverão começar no segundo semestre de 2018, mas não precisou data nem preço de lançamento.

Com informações: IDC 9to5mac/ G1

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Falta de experiência faz desemprego entre jovens ser maior que dobro da taxa geral

Dados do mercado de trabalho divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro …