Resolução do TRE veta propaganda eleitoral em Uber, igreja e presídios

3 primeira leitura
0

Também é vetada a veiculação de propaganda político-eleitoral em emissora de rádio situada em cidade fronteiriça

Resolução do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) veta propaganda eleitoral em uber, táxi, igreja e presídios. Conforme o documento, “é vedada a veiculação de propaganda eleitoral em táxi, uber e assemelhados, ônibus e em veículo operador de transporte alternativo, bem como em veículo particular que esteja prestando serviço a órgão público”.

Por se enquadrarem no conceito de outdoor, modalidade proibida, também é vedado propaganda eleitoral mediante engenhos publicitários explorados comercialmente, como painéis eletrônicos. A resolução ainda caracteriza propaganda eleitoral irregular em bem particular de uso comum, a veiculação de propaganda eleitoral em igrejas ou em suas adjacências.

É vedada a realização de propaganda eleitoral em estabelecimentos penais e em unidades de internação. “Sendo permitido o acesso à propaganda veiculada no horário eleitoral gratuito, no rádio e na televisão, bem como, eventualmente, aquela veiculada na imprensa escrita”.

Também é proibida a veiculação de propaganda político-eleitoral em emissora de rádio situada em cidade fronteiriça, instalada no território estrangeiro, ante a repercussão, no Brasil, da transmissão radiofônica, podendo o candidato, partido ou coligação, bem como o terceiro nacional responsável, responder pelo emprego de processo de propaganda vedada e, se for o caso, pela prática de abuso de poder ou do uso indevido de meio de comunicação social, apurado na ação de investigação judicial.

Conforme o Tribunal Regional Eleitoral, em processos eleitorais anteriores, foi verificada a prática de propaganda eleitoral irregular, por meio de transmissão efetuada por emissoras de rádio situadas em territórios estrangeiros. O documento é assinado pela presidente do TRE, Tânia Garcia Freitas Borges.

Fonte: campograndenews.com
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Eunápolis: Corregedoria de Justiça da Bahia confirma denúncias de unificações irregulares favorecendo a Veracel e abre Sindicância contra Cartório de Registros de Imóveis

O Futucando notícias vem revelando absurdos cometidos pela empresa Veracel que em sua ganâ…