Procuradoria Geral da República orienta procuradores eleitorais sobre combate a notícias falsas

1 primeira leitura
0

A Procuradoria-Geral da República (PGR) orientou  procuradores sobre o combate a notícias falsas durante a campanha eleitoral deste ano. Segundo a Folha de S. Paulo, eles devem ficar atentos se uma informação apresentar três requisitos: se a informação é comprovadamente falsa; se pode desequilibrar o processo eleitoral; e precisa ser evidente o uso de robôs para impulsionar a notícia.

Os critérios foram passados a procuradores do próprio órgão em Brasília e também procuradores eleitorais nos estados. Contudo, os três requisitos não foram registrados em documento e podem ou não ser adotados pelos Ministérios Públicos estaduais. Na última semana, procuradores regionais eleitorais se reuniram em evento realizado na sede da PGR para discutir o impacto das notícias falsas nas eleições.

Fonte: BN
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque
Comentários estão fechados.

Veja Também

Falta de experiência faz desemprego entre jovens ser maior que dobro da taxa geral

Dados do mercado de trabalho divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro …