OAB/Eunápolis: 25/11 – Dia Internacional do Combate à Violência Contra a Mulher

4 primeira leitura
0

A OAB – Subseção Eunápolis, através da Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher, promove campanha que tem como tema central o combate à violência contra a mulher.

No aspecto histórico, no dia 25 de novembro de 1960, as irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, foram brutalmente assassinadas pelo ditador Rafael Leônidas Trujillo, da República Dominicana. As três combatiam fortemente aquela ditadura e pagaram com a própria vida. Por essa razão, foi instituído 25/11 como o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher.

A Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher da OAB promove núcleos de debates; abordagem/exposição da temática no projeto “OAB vai à Escola”, evento de “Enfrentamento à Cultura do Estupro” e outras ações institucionais.

Em meados de 2017, a OAB/Eunápolis formulou um pleito institucional ao Governador do Estado da Bahia para a implementação da DEAM – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, demonstrando os elevados índices de crime dessa natureza na cidade de Eunápolis.

Necessita-se uma conjugação de esforços dos setores da sociedade civil; instituições e órgãos públicos e privados no sentido de discutir as ações e cobrar dos órgãos competentes a implementação urgente de políticas públicas efetivas no combate aos diversos tipos de violência contra a mulher.

Nessa perspectiva, surge a necessidade de intensificar as ações de sensibilização do sistema de justiça para aplicação efetiva da Lei Maria da Penha, por meio da responsabilização de agressores.

Para apresentar a linha de atuação da Comissão da Mulher, a presidente Karina Crhis explicou que a OAB possui um compromisso estatutário de defender os interesses da sociedade, além de sua atuação institucional em prol da advocacia, que é a defesa da Ordem Jurídica e do Estadoj Democrático de Direito. “E essas ações são desenvolvidas por meio de suas comissões, que hoje são quase 20, atuando em diversas áreas”, completou.

É importante a existência de órgãos de defesa, além de promover conscientização, para também prestar suporte no sentido de encorajá-las a promover uma denúncia e assegurar direitos previstos na legislação, inclusive o afastamento do agressor com aplicação de medidas protetivas para assegurar a integridade.

 

ASCOM OAB – BAHIA

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Geral

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Eunápolis: Nunca se viram tantos buracos

Eunápolis está cheia de buracos e os prejuízos causados aos motoristas são incalculáveis, …