Ibametro comprova irregularidades em micro-ondas da Brastemp e mais duas fabricantes

3 primeira leitura
0

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) comprovou irregularidades em cinco fornos micro-ondas de três fabricantes consolidados no mercado brasileiro, entre elas a Brastemp. De acordo com o órgão delegado do Inmetro na Bahia, eles que estão lesando o consumidor ao informar na embalagem do produto um volume declarado em litros incompatível com o volume útil real.

A equipe da Qualidade do Instituto, coordenada pelo economista Edson Sales, fez a verificação metrológica de cada um dos cinco aparelhos apreendidos pelo Instituto. Fez a medição específica baseada em cálculo aplicado no controle metrológico de forno micro-ondas, produto certificado pelo Inmetro. A inspeção resultou em laudos técnicos que apontaram erros, nos aparelhos, muito acima da tolerância permitida, que é de até 10% (para mais ou para menos).

“Há casos em que o volume útil do equipamento chega a 27,14% a menos do volume declarado. Vamos seguir com a nossa missão de proteger o mais vulnerável na relação comercial, que é o consumidor”, destacou o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

O engenheiro Sergio Nogueira foi um dos consumidores que denunciou o caso ao Ibametro. Após o laudo técnico em mãos, ele acionou a empresa, que devolveu o dinheiro pago na compra do equipamento, cerca de R$ 800. “O meu alerta é contribuir para que as pessoas e os órgãos de controle prestem mais atenção nesses fatos”, ressaltou.

Todos os cinco aparelhos irregulares foram apreendidos pelo Órgão, e as empresas notificadas e punidas com a aplicação de multas. As empresas responderam a processo administrativo, onde tiveram a oportunidade de dar a sua versão sobre as referidas notificações.

Os consumidores podem fazer denúncias à Ouvidoria do órgão pelo whatsapp  (71) 99704-2587 ou pelo telefone 0800-0711888.

Fonte: BN
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Denúncia

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Criança de um ano morre após beber querosene enquanto brincava no quintal de casa

Uma criança de um ano e oito meses morreu na manhã deste sábado (13), após beber querosene…