Comunidades rurais cobram melhorias na agricultura de Santa Cruz Cabrália

4 primeira leitura
0

Aconteceu em Santa Cruz de Cabrália um encontro entre representantes da prefeitura, da Embaúba, Assentamento Joana Ramos, URC, Maravilha I e II, São Miguel e outras comunidades rurais, que ocorreu  na segunda-feira (20) às 10 horas na Casa Cabral Belmonte.

O Prefeito Agnelo Santos ouviu várias queixas dos trabalhadores rurais com o objetivo de sanar irregularidades recorrentes e promover melhorias na agricultura e fortalecimento da economia no município.

Na reunião, foram ressaltados os avanços e os problemas atuais. Uma das reclamações estava relacionada ao uso de agrotóxico lançado via aérea pela Usina Santa Cruz álcool e açúcar. Um dos produtores exibiu os mamões totalmente deteriorados e ainda disse que 06 novilhos já morreram. Ressaltou ainda que não poderia afirmar, com precisão, que as mortes dos animais e/ou a produção perdida tenha sido por causa do agrotóxico, pois não foram feitas análises para se chegar a essa conclusão.

O prefeito  deu um prazo de 30 dias para que a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura tome as providências cabíveis para resolver o problema e deu ordem para que o Secretário de Meio Ambiente, Euclides Senna e demais servidores da secretaria procurassem o Inema, o Ministério da Agricultura, e outros órgãos responsáveis para solucionar essa situação. Foi dito ainda que um Posto Móvel será oferecido através da Secretaria de Saúde, dotado de um carro com equipamentos odontológicos para atender a Zona Rural.

Outra pauta da reunião foi sobre os tanques de piscicultura, onde a Srª Cleonice Aragão – Superintendente de Pesca, disse que inicialmente 50 famílias serão beneficiadas com os tanques de criação de peixes. O Governo Federal está incentivando esse trabalho por meio de programas destinados aos produtores rurais: “Os interessados deverão procurar Horácio Neves no Sindicato Rural para que ele faça o cadastro. Mas também não adianta abrir o tanque, colocar os peixes se não souber como se faz o manejo. Por isso teremos um Engenheiro de Pesca, que ficará em Cabrália durante dois anos, treinando essas famílias que irão trabalhar com a piscicultura”, disse.

Na reunião estiveram presentes os representantes da Associação de Pescado Artesanal da comunidade Indígena Pataxó que já funciona há alguns anos em Santa Cruz Cabrália. Foi sugerido que se tenha uma saúde diferenciada para os pescadores já que eles não têm tempo para enfrentarem fila em posto médico, pois pescador trabalha desde o início da madrugada.

Fonte: ASCOM Cabrália.
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Marca japonesa de câmeras fotográficas Nikon encerra atividades no Brasil

A marca de câmeras fotográfica Nikon anunciou o encerramento de suas atividades no Brasil.…